Fantasia, Ficção histórica, Mistério, Zafón

A Sombra do Vento (The Shadow of the Wind) de Carlos Ruiz Zafón

Plot summary:
Numa manhã de 1945, um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito, que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona. Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, A Sombra do Vento é sobretudo uma história trágica de amor, cujo eco se projecta através do tempo. Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página. A Sombra do Vento é um mistério literário passado na Barcelona da primeira metade do século XX, desde os últimos esplendores do Modernismo até às trevas do pós-guerra. Um inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros num crescendo de suspense, que se mantém até à última página.

Review:
Tenho que começar logo por dizer: LINDO, LINDO, MARAVILHOSO! Há quem diga que os livros nos enfeitiçam e nos levam para outros lugares, e este é mesmo a prova disso!

Bem, ultimamente tenho inserido novos autores na minha estante de livros lidos e hoje trago-vos mais um. Já tinha comprado este livro há algum tempo, mas ainda não lhe tinha pegado e mal sabia eu o que estava a perder.

Esta história faz parte de uma saga que se chama O Cemitério dos Livros Esquecidos, sendo A Sombra Do Vento o primeiro livro da mesma. Fazem parte desta saga mais três livros: O Jogo do Anjo; O Prisioneiro do Céu; e O Labirinto dos Espíritos. Estive a pesquisar e estes funcionam como livros independentes e, por isso, não é necessário seguir esta ordem. Mas eu decidi ler exatamente por esta ordem, pois apesar de serem sempre histórias diferentes, estas partilham personagens e locais comuns.

A narrativa decorre em Barcelona no ano de 1945 e conta a história de Daniel Sempere que é levado pelo pai a visitar o Cemitérios dos livros Esquecidos. Este é um local secreto com uma gigantesca coleção de livros que caíram no esquecimento. Nesta visita Daniel teve a oportunidade de escolher um livro e escolheu A Sombra do Vento de Julián Carax, um autor que parece ter desaparecido e esta é a única cópia existente do seu livro. A partir deste contexto começa a incrível aventura de Daniel Sempere envolvendo livrarias e mansões abandonadas. Mas acabamos por perceber que o livro que estamos a ler engobla duas histórias, a de Sempere e a de Julián Carax.

As personagens são intrigantes e misteriosas, percebemos que são almas torturadas pela culpa, pela solidão e muito mais. A personagem Daniel Sempere dá-nos a sensação de que é uma figura simpática e muito humana. Esta sensação provém da ligação que vemos entre ele e o seu pai, o proprietário de uma livraria, estes têm uma relação tão forte que provoca em nós, leitores, um certo receio de que alguma coisa de mal possa acontecer e que comprometa esta relação.

Todos os contextos e ambientes descritos deixam-nos com vontade de nos teletransportarmos para lá! Era muito bom que existisse essa possibilidade porque adoraria visitar o Cemitérios dos Livros Esquecidos exatamente naquela época.

Zafón tem uma escrita muito acessível e misteriosa, o que faz com que acabemos este livro num instante! Estamos sempre ansiosos para saber o que vai acontecer no capítulo seguinte.

“One of the pitfalls of childhood is that one doesn’t have to understand something to feel it. By the time the mind is able to comprehend what has happened the wounds of the heart are already too deep.”

Classificação: 5 estrelas!

Comments

comments