Plath, Poesia, Review

Ariel de Sylvia Plath

Plot summary:
“In these poems…Sylvia Plath becomes herself, becomes something imaginary, newly, wildly and subtly created.”
– From the Introduction by Robert Lowell

Review:
Estava tão curiosa em relação à Sylvia Plath enquanto pessoa, mas também enquanto poetisa, por isso, requisitei este livro na biblioteca. Agora confesso que me arrependo de o ter feito, depois de se ler poemas como estes, devemos ficar com o livro na nossa estante.

Este livro surpreendeu-me muito! A sua poesia é bastante crua, destruída e sentimos realmente o seu desespero. Sylvia Plath foi uma grande poetisa, mas ninguém consegue imaginar a dor que esta sentia.

Foi muito difícil, para mim, fazer uma review deste livro, sabemos que estes poemas marcam um período negro da sua vida. Mas é um livro que aconselho toda a gente a ler, a forma como ela escreve e consegue retratar tudo aquilo que sentia é fantástica. Sentimos até que em certos momentos tudo aquilo parece irreal, que estamos a ler a imaginação de alguém, mas na realidade era mesmo aquilo que ela sentia e enfrentava todos os dias.

Deixo-vos aqui parte um dos seus poemas:

Dying
Is an art, like everything else.
I do it exceptionally well.
I do it so it feels like hell.
I do it so it feels real.
I guess you could say I’ve a call.

Lady Lazarus

5 estrelas!

Comments

comments