Ficção, Literatura, Murakami, Review

Ouve a Canção do Vento / Flíper 1973 de Haruki Murakami

Plot summary:
Durante a primavera de 1978, o jovem Haruki Murakami, quando chegava a casa já tarde, depois de mais um dia de trabalho no seu clube de jazz, começou a sentar-se todas as noites à mesa da cozinha, a escrever. O resultado foram duas novelas marcantes – “Ouve a Canção do Vento” e “Flíper, 1973” – que lançaram a carreira de um dos mais aclamados autores da literatura mundial contemporânea. Estes dois pequenos romances impressivos, em tom de fábula, que por vezes roçam o surreal pelos laivos de ficção científica que os povoam, abordam o quotidiano de dois jovens – o narrador cujo nome nunca chegamos a conhecer e o seu amigo Rato –, perpassado por solidão, obsessão e erotismo.
Apresentando uma galeria pela qual desfilam uma rapariga com quatro dedos na mão esquerda, um escritor inventado, o dono de um bar que ouve as confissões de todos os que nele buscam refúgio, um par de gémeas e… gatos, estes dois textos contêm o embrião de todas as características que singularizaram e atravessam todas as obras-primas de Murakami, incluindo alguns dos seus mais recentes livros.

Review:
Nunca tinha lido o autor Haruki Murakami e quando me apercebi que este livro continha dois pequenos romances decidi tentar. Quando quero experimentar um novo autor procuro sempre os livros mais pequenos para que a leitura seja mais fluída.
Estes são os seus dois primeiros romances, já estive a ler que não mostram aquilo que o Murakami realmente é, como autor, mas comigo resultou bem.

As duas histórias são centradas num narrador sem nome e no seu amigo Rato e ambas são um pouco nostálgicas.
A primeira, Ouve a Canção do Vento, foi a que gostei mais, principalmente dos diálogos que vão sendo mantidos. Este fator fez com que a leitura se torna-se mais direta, como se estivéssemos a ler uma espécie de diário.
A segunda, Flíper 1973, no início, demorei um pouco a começar a acompanhar a história, provavelmente por ter menos conversas e senti que fosse menos fluída. Mas a partir do momento que consegui acompanhar parecia que estava a viver na imaginação de outra pessoa. Esta foi uma leitura que me fez lembrar um pouco fantasia.

Estes dois romances fazem parte de uma série de livros do Murakami. O terceiro livro chama-se Em Busca do Carneiro Selvagem e ainda há um quarto livro que se chama Dança, Dança, Dança. Estou ansiosa por os ler!

Não tenho forma de saber se este livro é melhor ou pior do que outros, mas vou querer saber nas próximas leituras!

5 estrelas, no geral foi uma leitura bastante boa, fluída e acessível.

Comments

comments