Biografia, Clássicos, Memórias, Não-ficção, Primo Levi, Segunda Guerra Mundial

Se Isto é um Homem de Primo Levi

Plot summary:
Neste clássico da literatura contemporânea, Primo Levi dá um testemunho pungente de uma tragédia que afetou milhões de pessoas. Considerado o mais belo livro já escrito sobre a existência massacrada dos judeus deportados, É isto um homem? Não é, no entanto, um relato carregado de ódio e vingança. Desprovidos de saúde, os judeus nos campos de extermínio dificilmente poderiam ser identificados com os homens que eram antes da tragédia. Muito menos seus algozes sem rosto, senhores de escravos, mas sem vontade própria, num campo de morte onde ela, afinal, era o menor dos males.

Review:
Bem, para vos ser sincera, só conhecia este autor de o ver nas prateleiras das livrarias, nunca tinha lido nada dele. Uma amiga mostrou-me este livro e fiquei logo curiosa.

Quando comecei a ler este livro tinha grandes expetativas que se revelaram concretizadas. Não há palavras que cheguem para descrever este livro, nem o que vamos sentido à medida que vamos avançando na leitura. Mas vou tentar…

Biografia, HIstória, Mazzeo, Não-ficção, Review, Segunda Guerra Mundial

Os Meninos de Irena de Tilar Mazzeo

Plot summary:
Em plena Segunda Guerra, nos sussurros desesperados dos judeus, um nome passa de boca em boca: o de Irena Sendler, a jovem assistente social que está disposta a tudo para salvar as crianças judias dos campos de concentração. Quando, em 1942, Irena entrou no gueto de Varsóvia, o que viu dilacerou-lhe o coração. Ela sabia o destino de cada um dos judeus com quem se cruzava todos os dias. E foi incapaz de ficar indiferente. Começou a percorrer as ruas do gueto, bateu a todas as portas e pediu aos pais que lhe confiassem os seus filhos. Sob a vigilância apertada do regime nazi, Irena começou a levar as crianças para fora do gueto, e rumo à liberdade. Escondidas em caixões ou debaixo de sobretudos, em fuga pelo sistema de esgotos ou por passagens secretas entre edifícios, não havia nada que ela não estivesse disposta a fazer… Com a ajuda das mães, do seu amante judeu na Resistência, de amigos e vizinhos, Irena salvou cerca de 2500 crianças. Mas Irena fez mais ainda: manteve sempre um registo da verdadeira identidade de todos os meninos e meninas, para que um dia pudessem reencontrar os seus entes queridos. Receando ser descoberta, enterrou a lista sob uma macieira no jardim de uma amiga. Não podia imaginar que cerca de 90% das famílias dessas crianças não sobreviveria ao Holocausto. Irena Sendler correu riscos inimagináveis para salvar inocentes da barbárie nazi. É uma heroína da Segunda Guerra, considerada a versão feminina de Oskar Schindler. Foi nomeada para o Prémio Nobel da Paz em 2007, o ano que antecedeu a sua morte aos 98 anos. Esta obra é a devida homenagem à sua humanidade e bravura.

Review:
Neste momento estou a trabalhar na Feira do Livro de Aveiro e tenho muitos livros à minha disposição para ler. A história da Segunda Guerra Mundial sempre me chamou à atenção e, por isso, comecei a ler este livro nas horas mais mortas.

É importante frisar que esta é uma história real.
Neste livro conhecemos Irena, a mulher que salvou mais de 2500 crianças do Holocausto, desde o momento da sua nascença até ao fim dos seus dias. Percebemos logo que Irena seguiu os passos do seu pai e sempre ajudou os que mais precisavam. E o ponto mais interessante é que ela nunca se considerou uma heroína, esta afirmou que, para ela, tudo o que fez era o que uma pessoa normal faria.

Quotes

Mazzeo, Tilar

«De todas as minha experiências dramáticas durante a guerra, incluindo a ‘estada’ e tortura na prisão de Pawiak, ser torturada pela Gestapo na Rua Szucha, ver pessoas a morrer […], nada me impressionou tanto como a imagem de Korczak e das suas crianças a marcharem para a morte», disse Irena posteriormente.

Mazzeo, Tilar, Os Meninos de Irena