Quotes

Auster, Paul

(…) e, quando ela pensa nessa geração de homens silenciosos, nos rapazes que passaram pela Grande Depressão e cresceram para se tornarem soldados ou não-soldados na guerra, não os censura por se recusarem a falar, por não quererem regressar ao passado, mas que curioso que é, pensa ela, quão sublimemente incoerente é o facto de a geração dela, ter produzido homens que nunca param de falar (…)

−Auster, Paul, Sunset Park

Dostoiévski, Review, Romance

Noites Brancas de Fiódor Dostoiévski

Hoje trago-vos mais um livro de Dostoiévski, porque Dostoiévski nunca é de mais!

Plot summary:
Numa noite luminosa, numa ponte sobre o rio Neva, um sonhador depara-se com uma mulher em lágrimas. Petersburgo está mergulhada em mais uma das suas noites brancas, um fenómeno que faz as noites parecerem tão claras quanto os dias e que confere à cidade a atmosfera onírica ideal para o encontro entre essas duas almas perdidas.

Neste livro começamos por conhecer o sonhador, sem nunca sabermos o seu nome. Este vive em Petersburgo e sente que nunca teve uma plena inserção na sociedade, ao longo da narrativa vamos assinstindo à forma como lida com a sua solidão. Nos seus passeios pela cidade apercebe-se que as casas, as ruas, os sítios são os seus únicos amigos e não propriamente as pessoas.

Fantasia, Review, Tolkien

The Hobbit de J. R. R. Tolkien

Como sabem só há pouco tempo descobri a minha paixão por livros de fantasia e hoje trago-vos mais um, The Hobbit.

Plot summary:
O Hobbit é a história das aventuras de um grupo de anões que vão à procura de um tesouro guardado por um terrível dragão. São relutantemente acompanhados por Bilbo Baggins, um hobbit apreciador do conforto e vida calma. Encontros com elfos, gnomos e aranhas gigantes, conversas com o dragão, Smaug, o Magnífico, e a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos são algumas das experiências por que Bilbo passará. O Hobbit é não só uma história maravilhosa como o prelúdio a O Senhor dos Anéis.

Este livro começa com a descrição da personagem Bilbo Baggins, um hobbit que estava habituado a uma rotina que repetia todos os dias e nunca se envolvia em aventuras. Para esta personagem bastava ter uma vida calma com muita comida e muitos livros.

Mas um dia apareceu-lhe Gandalf, o feiticeiro desta narrativa, e é a partir deste momento que começa a grande aventura da sua vida. Bilbo torna-se a personagem principal, pois ao longo da narrativa vamos acompanhando o seu crescimento e percebemos como vai ganhando uma identidade e conforto no mundo exterior. Esta personagem partiu para o desconhecido, nunca tinha saído da sua zona de conforto. Mas ao mesmo tempo que vamos acompanhando o crescimento/maturação de Bilbo, acompanhamos a pouca evolução dos que o acompanham nesta jornada, os anões.

Dostoiévski, Review, Romance

Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski


Fiódor Dostoiévski foi um escritor, filósofo e jornalista russo, considerado um dos maiores romancistas da história. Encontramos neste autor uma exploração do suicídio, da loucura e do homicídio, ou seja, este analisa todos os acontecimentos que levam a estes estados.

Plot summary:
Datado de 1866, este é o primeiro dos grandes romances que Dostoiévski escreveu já em plena maturidade literária, sendo, provavelmente, a mais bem conhecida de todas as suas obras. Recriando um estranho e doloroso mundo em torno da figura do estudante Raskólnikov, perturbado pelas privações e duras condições de vida, é uma das obras por excelência fundadoras da modernidade. Pelo inexcedível alcance e profundidade psicológica, sobretudo no que implica a exploração das motivações não conscientes e a aparente irracionalidade nos comportamentos das personagens, este autor russo tornou-se uma referência universal na literatura, sem perda de continuidade até aos nossos dias. 

Este foi um autor que sempre tencionei ler, mas nunca sabia por qual livro devia começar, mas acabei por ver em vários sítios que o melhor seria o Crime e Castigo.
E, agora, posso dizer que foi dos melhores livros que já li até hoje. A razão podia ser muito simples, bastava olhar para o nome do autor e já sabíamos, mas Dostoiésvki é muito mais que apenas um nome.