Mistério, Review, Tartt

The Secret History by Donna Tartt

‘Death os the mother of beauty,’ said Henry.
‘And what is beauty?’
‘Terror.’

Nunca tinha lido Donna Tartt, comecei a ler este livro com grandes expetativas e admito que estas se concretizaram. Esta leitura agarrou-me da primeira à última página.
 
Posso até afirmar que este é o mistério mais diferente e irreverente que já li. Normalmente os mistérios centram-se muito num momento em específico e não tanto no que o rodeia. Neste livro a história está dividida em duas partes que exploram o antes e o depois de um crime.
 
Começamos por conhecer o narrador desta história, Richard, um rapaz que fala sobre as suas memórias na casas dos pais e depois da sua transição para a universidade muito longe de casa. Na universidade segue estudos clássicos e  junta-se a um grupo de intelectuais que fazem parte do curso. É a partir deste momento que toda a história começa a desenrolar-se. E nem me vou prolongar mais porque este livro não merece qualquer tipo de spoiler.
 
As personagens principais desta história – Richard, Camilla, Charles, Henry, Francis e Henry – estão muito bem caraterizadas e desenvolvidas. É incrível a forma como a autora escreveu e idealizou a progressão destas personagens, aparentemente são pessoas normais, mas ao longo da história vamos assistindo a uma total desintegração de cada uma delas. Esta degradação segue uma série de acontecimentos com várias interligações entre eles, mas tudo acaba por fazer sentido. Sente-se realmente o desespero e a paranoia e apesar do lado negro revelado nestas personagens, à medida que fui lendo comecei a ter pena e a querer que na página seguinte tudo lhes corresse bem.
Foi esta evolução das personagens na história que mais me fascinou, nada ficou por explicar e é contado de uma forma bastante realista.
 
Para algumas pessoas pode ser um livro muito longo, mas para mim não foi, a leitura é muito fluída e a escrita é bastante acessível.
As 629 páginas valem muito a pena. 5 estrelas!
Recomendo vivamente esta leitura e estou ansiosa por ler o Goldfinch, desta mesma autora!

 

“(…) it is dangerous to ignore the existence of the irrational. The more cultivated a person is, the more intelligent, the more repressed, then the more he needs some method of channeling the primitive impulses he’s worked so hard to subdue. Otherwise those power old forces will mass and strengthen until they are violent enough to break free, more violent for the delay, often strong enough to sweep the will away entirely.”
 
Crime, Ficção, Mistério, Review, thriller

His Bloody Project by Graeme Macrae Burnet

In this book, we follow Roderick Macrae (Roddy), 17 years old, son of a crofter, living in an isolated place, who kills his neighbor and two other people. A century and a half later a researcher investigates the surroundings of this event.

The first thing that I have to say about this book is that it was an amazing idea. The story sounds so real, it looks like we are reading the archive.

Fantasia, Johasson, Mistério, Review, thriller

Insónia de J. R. Johasson

Plot summary:
Depois de quatro anos de insónia, Parker Chip não aguenta mais nada. Toda noite, ao invés de dormir ele entra no sonho da pessoa que ele olhou nos olhos por último. Se ele não dormir logo Parker morrerá. É quando ele conhece Mia. Seus sonhos são calmos e maravilhosamente descomplicados, e permitem a ele um descanço feliz e altamente viciante. Mas o que começa com um encontro se transforma em obsessão. O desejo furioso de Parker pelo o que ele precisa o pressiona ao extremo que ele jamais pensou alcançar. Quando alguém começa aterrorizar Mia com ameaças de morte, a memória de Parker apaga o levando a duvidar de sua própria inocência.

Review:
Estou muito dividida em relação a esta leitura: Gostei muito? Gostei pouco? Penso que estou aí no intermédio. O bom sinal é que este livro agarrou-me do início ao fim.

Neste livro acompanhamos um jovem que já não dorme há alguns anos e quando o tenta fazer, acaba por entrar nos sonhos da última pessoa com quem os seus olhos se cruzaram. A partir deste resumo esta é uma história que nos chama logo à atenção.

Ficção histórica, From the Author, Mistério, Review

In Farleigh Field by Rhys Bowen

Plot summary:
World War II comes to Farleigh Place, the ancestral home of Lord Westerham and his five daughters, when a soldier with a failed parachute falls to his death on the estate. After his uniform and possessions raise suspicions, MI5 operative and family friend Ben Cresswell is covertly tasked with determining if the man is a German spy. The assignment also offers Ben the chance to be near Lord Westerham’s middle daughter, Pamela, whom he furtively loves. But Pamela has her own secret: she has taken a job at Bletchley Park, the British code-breaking facility. As Ben follows a trail of spies and traitors, which may include another member of Pamela’s family, he discovers that some within the realm have an appalling, history-altering agenda. Can he, with Pamela’s help, stop them before England falls? Inspired by the events and people of World War II, writer Rhys Bowen crafts a sweeping and riveting saga of class, family, love, and betrayal.

Review:
First of all, I love historical fiction and when this is mixed with mystery… well, I am in heaven!

And for those who love Downton Abbey, this is the book to read.

This is a well-constructed story. We follow the different characters in different places in each chapter and all of them was so highly connected… As we follow the countryside, Farleigh Place, during World War II, we also follow what happens in the city, London.