Clark, Ficção, Review

Re-share of The Regulars by Georgia Clark

Make sure you don’t miss this paperback release (out August 8th). If you want to know my opinion, read below!!

I didn’t have any expectations when I started this book, but it was a good and explanatory reading.

Plot summary:
A fierce and feisty debut with a magical twist about three ordinary, regular girls who suddenly have their fantasies come true… or do they?
Best friends Evie, Krista, and Willow are just trying to make it through their mid-twenties in New York. They’re regular girls, with average looks and typical quarter-life crises: making it up the corporate ladder, making sense of online dating, and making rent.
Until they come across Pretty, a magic tincture that makes them, well… gorgeous. Like, supermodel gorgeous. And it’s certainly not their fault if the sudden gift of beauty causes unexpected doors to open for them.
But there’s a dark side to Pretty, too, and as the gloss fades for these modern-day Cinderellas, there’s just one question left: What would you sacrifice to be Pretty?

Ferrante, Ficção, Literatura

A Amiga Genial de Elena Ferrante

Plot summary:
“A Amiga Genial” é a história de um encontro entre duas crianças de um bairro popular nos arredores de Nápoles e da sua amizade adolescente.
Elena conhece a sua amiga na primeira classe. Provêm ambas de famílias remediadas. O pai de Elena trabalha como porteiro na câmara municipal, o de Lila Cerullo é sapateiro.
Lila é bravia, sagaz, corajosa nas palavras e nas acções. Tem resposta pronta para tudo e age com uma determinação que a pacata e estudiosa Elena inveja. (…)

Review:
Bem, houve uma altura em que toda a gente andava atrás deste livro e eu quis saber a razão e, por isso, decidi lê-lo.

Esta é uma história de duas amigas, Elena e Lila, que se conhecem desde pequenas. A relação delas, para mim, é um pouco esquisita, parece sempre que a primeira vive em função da segunda. A Elena passa a vida a querer agradar a sua amiga Lila, durante toda a leitura vamos rezando para que ela se aperceba que a amizade tem de partir sempre dos dois lados.

Crime, Ficção, Mistério, Review, thriller

His Bloody Project by Graeme Macrae Burnet

In this book, we follow Roderick Macrae (Roddy), 17 years old, son of a crofter, living in an isolated place, who kills his neighbor and two other people. A century and a half later a researcher investigates the surroundings of this event.

The first thing that I have to say about this book is that it was an amazing idea. The story sounds so real, it looks like we are reading the archive.

Ficção, Literatura, Murakami, Review

Ouve a Canção do Vento / Flíper 1973 de Haruki Murakami

Plot summary:
Durante a primavera de 1978, o jovem Haruki Murakami, quando chegava a casa já tarde, depois de mais um dia de trabalho no seu clube de jazz, começou a sentar-se todas as noites à mesa da cozinha, a escrever. O resultado foram duas novelas marcantes – “Ouve a Canção do Vento” e “Flíper, 1973” – que lançaram a carreira de um dos mais aclamados autores da literatura mundial contemporânea. Estes dois pequenos romances impressivos, em tom de fábula, que por vezes roçam o surreal pelos laivos de ficção científica que os povoam, abordam o quotidiano de dois jovens – o narrador cujo nome nunca chegamos a conhecer e o seu amigo Rato –, perpassado por solidão, obsessão e erotismo.
Apresentando uma galeria pela qual desfilam uma rapariga com quatro dedos na mão esquerda, um escritor inventado, o dono de um bar que ouve as confissões de todos os que nele buscam refúgio, um par de gémeas e… gatos, estes dois textos contêm o embrião de todas as características que singularizaram e atravessam todas as obras-primas de Murakami, incluindo alguns dos seus mais recentes livros.

Review:
Nunca tinha lido o autor Haruki Murakami e quando me apercebi que este livro continha dois pequenos romances decidi tentar. Quando quero experimentar um novo autor procuro sempre os livros mais pequenos para que a leitura seja mais fluída.
Estes são os seus dois primeiros romances, já estive a ler que não mostram aquilo que o Murakami realmente é, como autor, mas comigo resultou bem.