Comédia, Fantasia, Ficção, Review

Bons Augúrios de Neil Gaiman & Terry Pratchett

Plot summary:
Este é o livro mais divertido alguma vez escrito sobre o Armagedão. Não vale a pena reler esta última frase, caro leitor, foi mesmo isso que se quis dizer. «Mas como é que um livro sobre o fim do mundo pode, de algum modo, ser cómico?» Ora aí é que está, caríssimo leitor, a explicação é óbvia – esta obra foi escrita por dois dos mais geniais autores de fantasy da actualidade. Ao sabor das suas endiabradas penas, até o mais inverosímil pode assumir a aparência de algo plausível! Neil Gaiman e Terry Pratchett criaram um texto que, ao fundir a fantasia e a comédia, resulta absolutamente jocoso, satírico inventivo e cheio de sabedoria.

Review:
Crowley, um demónio confuso e o seu velho “amigo” Aziráfalo, um anjo. Ambos vivem entre os humanos há muito muito tempo e quando chega o apocalipse unem forças para o tentar impedir.

No entanto, é errado destacar apenas estes dois. É uma história cheia de personagens peculiares, muito bem construídas e todas elas importantes para o enredo. Cruzamo-nos com demónios, bruxas, caçadores de bruxas, freiras satânicas, Deus e o Anticristo. O Anticristo é uma criança chamada Adão com o seu cão do inferno chamado Cão (um rafeiro atormentador de gatos).
Temos ainda mais personagens secundárias que acrescentam valor à história, houve uma em particular que achei muito engraçada, o carteiro. Ele não entrega simplesmente as encomendas em casa, vai mesmo ao encontro da pessoa esteja ela onde estiver. Numa das suas entregas o destino é “em todo o lado”.

As relações e amizades entre personagens são completamente inesperadas, logo a começar pela amizade entre Crowley e Aziráfalo, um anjo e um demónio que lutam pelo mesmo objetivo, salvar o mundo. Todas as personagens têm diferentes dimensões. Mesmo que por vezes nos cheguem a irritar com as suas ações, grande parte delas acaba por revelar o seu lado bondoso e de compaixão.
Este é um livro muito engraçado, tem muitas referências religiosas e “brinca” com o estado da raça humana, o que lhe dá ainda mais graça. É uma leitura muito irreverente e diferente do que estou acostumada, dei por mim, muitas vezes, a rir e a pensar como é que estes autores inventaram uma história tão estranha.

Apesar de ser fantasia, tudo faz muito sentido, contribuindo muito para isto a caraterização das personagens. Tudo acontece por uma razão e tudo está interligado.

Dei-lhe as 5 estrelas, a escrita e leitura deste livro é bastante descontraída, quando começamos a ler não o queremos deixar por nada.

Adorei e aconselho vivamente a quem se quer rir um bom bocado!

Comments

comments